Skip to content

Um mundo de informações, mas e a comunicação interna?

28/11/2011

Ainda no encontro do Uni+ Comunicação evento do Centro Universitário de Belo Horizonte – UniBH que teve uma rica programação para os cursos de comunicação e design da instituição e também para a comunidade externa, na palestra que reuniu João Curvello da Abrapcorp e UCB e Marlos Machado da Vale para falar sobre os “Cenários da Comunicação nas Organizações” as exposições dos palestrantes e o debate posterior foram muito ricos.

Após exposição de João Curvelo sobre as tendências da comunicação em rede, um novo debate veio a tona quando foi questionado o fato da comunicação em rede trazer um excesso de informação e que a absorção das mensagens por parte do público institucional deixa a desejar e fica prejudicada frente aos objetivos das organizações.

A grande questão que se colocou foi: existe uma solução?

Comunicação em Rede: multiplas conversas e excesso de informação

Comunicação em Rede: multiplas conversas e excesso de informação

Para João Curvello o excesso de informação não é uma novidade para os individuos. Ele explica que esta sempre foi uma reclamação e que assim como em outros momentos o público vai se adaptando e de uma forma seletiva acaba absorvendo as informações que lhe interessam naquele momento. Ele citou como exemplo o caso do e-mail que surgiu como uma grande solução para o término de montanhas de papel, mas que logo fez surgir a reclamação por excesso de informação. Para ele a comunicação em rede gera um grande volume de informações, as quais o indivíduo poderá acessar de acordo com sua necessidade imediata.

Acredito que o cenário, que tende a cada vez gerar um número maior de informações a medida que novos indivíduos vão se adaptando os novos recursos e mídias de comunicação, deve piorar e para nós que somos comunicadores este é um problema complexo que gera a necessidade de entender melhor o perfil do público institucional e a melhor forma dele receber esta mensagem.

A comunicação em rede demonstra sua complexidade e a importância dos comunicadores nas organizações

A comunicação em rede demonstra sua complexidade e a importância dos comunicadores nas organizações

Claro que a idéia não é abandonar as mídias e métodos tradicionais, mas este novo momento que se emerge demonstra que os comunicadores tem o desafio de debruçar sobre o perfil dos seus funcionários, deixando de lado as verdades absolutas e o padrão institucional para adequar os fluxos tornando-os mais eficazes para que esta mensagem não fique dispersa num mundo de informações, muitas das quais não são fruto de uma necessidade direta dos públicos.

Realmente, as novas mídias e a comunicação em rede trazem soluções e oportunidades, mas também grandes desafios, inclusive quando se pensa na comunicação interna, denotando ainda mais importância para a presença dos comunicadores nas organizações.

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. 29/11/2011 12:57

    Novos momentos exigem novos métodos. Tudo se renova!

    Ps: Se puder, visite o Blog Cidadão Publicitário: http://cidadaopublicitario.wordpress.com/2011/11/29/o-alcance-das-midias-sociais/

    • Ricardo Campos permalink*
      03/12/2011 17:56

      Perfeito, é isso mesmo, adaptação é a chave para que possamos conseguir atender e é claro ser inmpactado com as mensagens que realmente são importantes.

      Obrigado pela contribuição.

      Um abraço,

      Ricardo Campos

  2. Gilceana Galerani permalink
    29/11/2011 18:25

    Essa reflexão é importante, Ricardo, especialmente se nos referimos também à comunicação administrativa. Muitas mensagens oficiais que demandam providências urgentes por gestores e funcionários hoje circulam apenas por e-mail. A falta de uma metodologia adequada para ordenar o fluxo pode levar ao desconhecimento de conteúdos importantes, demora nas respostas, encaminhamento incorreto ou inexistente a quem precisa receber o conteúdo, etc. Enfim, diversos prejuízos podem ocorrer em consequência do excesso de informações e do seu incorreto tratamento no mundo corporativo
    Gilceana

    • Ricardo Campos permalink*
      03/12/2011 18:02

      Você falou tudo Gilceana,

      Este é um impacto importante que o mundo de informações causam, a perda do time na execução de tarefas importantes para as organizações, justamente porque os individuos não estão sabendo lidar com as prioridades, com os canais e seus fluxos. No extremo esta situação pode gerar grandes prejuizos para as organizações e como gestores da comunicação para todos nós este é um grande desafio.

      Obrigado por deixar sua contribuição.

      Um abraço,

      Ricardo Campos

Trackbacks

  1. A Bordo da Comunicação » Blog Archive Relações Públicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: