Skip to content

Os desafios da revolução

14/02/2011

O mundo mudou, isso é fato. Hoje temos a certeza de que estamos num ambiente de constante transformação, em que a inovação se torna algo rotineiro, balizado pela revolução tecnológica. Esta revolução mudou também as formas de relacionamento, de entretenimento, dando as relações humanas um caráter ainda mais complexo…como se precisasse.

Para comunicação nas empresas esta revolução trouxe ainda mais desafios. A cada dia surgem novas ferramentas, novas formas de relacionamento, de comunicação e muitas das vezes nos sentimos perdidos. Até para empresas que estão na vanguarda da comunicação, alguns canais e interfaces ainda são um mistério, ainda estão sendo descobertos e ainda existe a incerteza da eficácia para a estratégia organizacional.

Assim como as ferramentas, interfaces, mídias ou canais que estão a cada dia mais volúveis, assim encontram-se os públicos prioritários, os chamados stakeholders. Um público cada vez mais variado, mestiço, com gostos diferentes, com uma heterogeneidade que deixa qualquer especialista em psicologia e comportamento do consumidor doido.

Para destacar a complexidade deste momento para a comunicação, vamos pegar como exemplo a comunicação interna. Hoje as empresas enfrentam desafios muito grandes ao deparar com funcionários vindos de gerações totalmente diferentes, bem como seus costumes e forma de trabalhar. Se o jovem hoje nas empresas tem total domínio de programas de computador e maior prospecção a projetos inovadores, eles também são muito instáveis com seu humor, são impulsivos e impacientes e não entendem muito bem a hierarquia nas relações de trabalho. Diferentemente dos mais velhos que são mais pacientes, concentrados, que sabem respeitar a hierarquia institucional, mas que em compensação são mais resistentes as novas tecnologias.

A diversidade nas organizações se tornam um grande desafio para a comunicação, para as lideranças e gestores

A diversidade nas organizações se tornam um grande desafio para a comunicação, para as lideranças e gestores

Logicamente que não estamos generalizando, mas é com este perfil de funcionários que a maioria das empresas trabalha e com a qual cabe área de comunicação interna trabalhar para que as informações e o envolvimento da equipe possam atingir a todos, seja on ou off-line.

Assim, para nós comunicadores é evidente que a revolução nas organizações trouxe mais ganhos do que problemas, mas com certeza trouxe novos desafios que demandam muita criatividade de comunicadores, lideres e gestores que tem que lidar com toda esta diversidade.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 18/02/2011 22:48

    SERIA MELHOR ESCOLHER OS POLÍTICOS POR CONCURSOS PÚBLICOS?

    CONCURSOS PÚBLICOS PARA ESCOHERMOS OS ADMINISTRADORES POLÍTICOS DO BRASIL

    Primeiro Concurso Público Político

    O primeiro concurso terá que ser realizado em todo Brasil para escolhermos o Presidente e o Vice-Presidente da República. O primeiro colocado assumirá o cargo de Presidente. O segundo colocado assumirá o cargo de Vice-Presidente.

    Segundo Concurso Público Político

    O segundo concurso terá que ser realizado em cada Estado do Brasil para escolhermos os deputados federais e os Senadores. O primeiro colocado em diante de cada Estado preencherão as vagas de senadores e de deputados federais desse respectivo Estado.

    Terceiro Concurso Público Político

    O terceiro concurso terá que ser realizado em todos os Estados brasileiros para escolhermos os Governadores, os Vice-Governadores e os Deputados Estaduais. O primeiro colocado dentro de cada Estado assumirá o cargo de Governador. O segundo colocado assumirá o cargo de Vice-Governador. O terceiro colocado em diante preencherão o número de vagas de Deputados Estaduais dentro duma ordem classificatória sucessiva em cada Estado.

    Quarto Concurso Público Político

    O quarto concurso terá que ser realizado em todas as cidades brasileiras para escolhermos os Prefeitos, os Vice-prefeitos e os Vereadores. O primeiro colocado em cada Cidade assumirá o cargo de Prefeito. O segundo colocado assumirá o cargo de Vice-Prefeito. Do terceiro colocado em diante preencherão o número de vagas de vereadores dentro duma ordem classificatória sucessiva na sua respectiva cidade.

    1 Observação: O candidato para concorrer a esse concurso terá que ter um curso superior em diante. As provas desses concursos terão que ser bem elaborada e abordará dentre outros assuntos sobre dogmas religiosos, de fraternidade, de amor ao próximo, de administração pública de país de primeiro mundo e de tudo sobre administração pública e economia do Brasil e do mundo, para com isso escolhermos pessoas capacitadas e dignas para assumirem esses cargos públicos. Também serão válidas as provas de títulos para classificarem os candidatos aprovados;

    2 Observação: Os administradores políticos escolhidos através de concursos públicos políticos, depois de terminarem os seus mandatos, poderão concorrer novamente quantas vezes quiserem aos cargos de administradores políticos de todas as modalidades desde que tenham os requisitos necessários exigidos pelo os concursos, já mencionados, em tela; porém, aqueles ex-administradores políticos concursados que não conseguirem ser novamente aprovados para continuar no seu cargo ou noutro que ele optou, nesse caso, para ele não ficar desempregado, ele terá direito de prestar uma prova (tipo concurso interno) optando por vários cargos públicos, como, por exemplo, cargo de juiz de direito, promotor, policial, médico e outros cargos públicos que ele tenha condição de assumir, de acordo com o seu grau de escolaridade, através de uma ordem de classificação, que ele optou, de acordo com a sua nota.

    Conclusão: escolhendo os administradores políticos através de concursos públicos realizados em 4 em 4 anos, e o povo aprovando ou reprovando diretamente todas as leis, projetos, pacotes econômicos, emendas constitucionais e outros através de votação por telefone, internet e outros meios de votação mais eficiente e barato, seria o melhor sistema democrático do mundo, onde esse sistema sendo implantado aqui no Brasil iria desarticular e extinguir de forma radical com todas as quadrilhas de políticos bandidos e de maus feitores que se instalam nos poderes públicos para legislarem e governarem em causa própria.

    Atenção: se você apóia esse novo ideal procure desde já divulgá-lo e convocar todas as entidades de lutas para lutarmos pacificamente para conseguirmos colocar o mesmo em prática.

    AUTORIA: EDILSON MARINHO DA SILVA e-mail: mudabrasil2011@bol.com.br

Trackbacks

  1. Tweets that mention Os desafios da revolução « Ricardo Campos: reflexione -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: