Skip to content

Relações de confiança: garantia de resultados

07/05/2010

Iniciar um artigo falando sobre as mudanças do mercado e do perfil dos consumidores brasileiros já ficou démodé, afinal esta mudança já ocorre a muitos anos, com um povo que hoje estuda mais, que tem amplo acesso aos meios de comunicação e principalmente utilizam de forma ativa a internet e as amplas possibilidades que este meio permite.

Com consumidores mais críticos e atentos a tudo que ocorre no mercado, vender produtos e serviços se tornou verdadeiramente uma batalha, que consome os neurônios de administradores e gerentes, que buscam entender cada vez mais os desejos e anseios dos públicos que geram negócios e renda.

Não por menos que as empresas resolveram mudar suas estratégias e deslocar grande parte do seu budget para ações de relacionamento, visando obter um aprofundamento no contato com clientes, fornecedores, sociedade e demais públicos com os quais se relaciona. A interação entre as empresas e estes públicos deixa de ser superficial e de ter um caráter comercial tão explicito como divulgado nas ações publicitárias. A aposta é na construção de relacionamentos duradouros que ultrapassem o contato imediatista e pontual, é criar raízes e com isso aproximar, conquistar, gerar negócios e lucro.

Mas profissionais que atuam com relacionamento se vem pressionados constantemente pelas áreas financeiras e até mesmo de marketing, que estão mais ligadas a produtividade e aos resultados de curto prazo. Não entendendo a lógica dos relacionamentos, que normalmente são construídos no médio e longo prazo, nossos pares sempre sugerem ações relâmpagos que normalmente remetem a construção de contatos superficiais e sem grande retorno para os objetivos institucionais.

Na expectativa de grandes resultados no curto prazo e pressionados pelos números, pelas metas, as empresas acabam dando um tiro que sai pela culatra, pois elas acabam não atendendo justamente as expectativas destes públicos, que são valiosos, abalando a credibilidade das mesmas.

Relações de confiança: tempo é fator relevante

Relações de confiança: tempo é fator relevante

Relações de confiança

É preciso entender que para ter networkings de valor necessitamos construir relações de confiança, de reciprocidade, de transparência, mesmo sabendo que existe um interesse comercial por de trás destes contatos.

E para alcançar este estágio, na maioria das vezes, isso leva tempo, exige um trabalho estratégico, mas ao mesmo tempo de entrega, momento de “baixar a guarda”, de entender a outra parte, de se colocar a disposição, para que futuramente este relacionamento possa gerar resultados, melhores até que o previsto.

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. carlos permalink
    29/10/2010 14:40

    network

  2. carlos permalink
    29/10/2010 14:40

    qual a empresa que mais tras confiança no network

    • Ricardo Campos permalink*
      13/11/2010 14:40

      Olá Carlos,

      Não entendi bem sua pergunta, mas acredito que temos vários exemplos de empresas que tem notório reconhecimento junto ao seu público, sendo muita das vezes top of mind. Aqui em BH temos ótimos exemplos de empresas que tem este tipo de reconhecimento, só para citar um exemplo destaco a Drograria Araújo, tradicional rede que tem o apreço dos belorizontinos.

      Abs.

      Ricardo Campos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: