Skip to content

Empreendedorismo: risco calculado

29/03/2010

Sempre ouvimos dizer por qualquer pessoa que inicie o seu negócio que ele agora é um empreendedor. O termo na área empresarial ficou ligado a pessoas corajosas que iniciam seu negócio apenas com a vontade de fazer, tendo como balizador a sua expertise pessoal na área em que se pretende atuar. Não por menos que no Brasil 45% das empresas fecham antes de completar dois anos e 75% antes do cinco anos de existência.

Mas as escolas de negócios nos ensinam que ser empreendedor não é ser um aventureiro, é ser um entusiasta sim, mas que sabe medir os riscos que qualquer negócio proporciona, é aquele indivíduo que pesquisa o mercado em que vai atuar, que conhece muito bem o comportamento de seus futuros clientes, de seus concorrentes e suas estratégias. É aquele que planeja exaustivamente, que tem um bom plano de negócios, um planejamento financeiro que demonstre todo o fluxo de caixa e principalmente que traga uma prevenção para o início da operação, período difícil para todo empresário onde o investimento é alto, até que se conquiste o mercado e a confiança dos clientes. O empreendedor é um estrategista que entra em um negócio com todo o risco calculado, para evitar surpresas futuras.

Já faz um ano e meio que me dedico em uma jornada dupla, sendo que parte do meu tempo é para a minha agência de turismo, ramo que pude comprovar, ainda carece de uma profissionalização.

Antes da abertura da empresa pesquisei o mercado, conheci meus concorrentes e suas estratégias e através de uma matriz swot conheci minhas forças e oportunidades, bem como minhas fraquezas e ameaças. Planejei minha entrada no mercado e sua permanência durante alguns anos e também toda a concepção da gestão empresarial, abarcando as áreas administrativas, financeira, comunicação e marketing.

Dei o meu próprio exemplo, pois como já relatado acredito que no setor de turismo ainda reside a mentalidade de empresas e empresários que na base do improviso abrem uma empresa sem se preocupar com o elementar, com o alicerce que vai tornar perene a continuação do negócio: o planejamento. No nosso contato diário com outros players verificamos que muitas PMEs nasceram deste entusiasmo de querer fazer, por quem teve alguma experiência favorável na sua região. Negócios que foram pensados apenas para fazer acontecer, mas sem um preparo sobre como estas empresas vão sobreviver no mercado.

Ser empreendedor exige preparo

Ser empreendedor exige preparo

No plano da comunicação é um campo a ser explorado também por profissionais já que não existe um pensamento estratégico por parte do empresariado. A maioria só se preocupa em ter um “panfletinho” para divulgar seu negócio, sem nenhum pensamento mais concreto de como atingir seu público alvo. Tirando as grandes operadoras são poucas as PMEs do ramo que mantêm um plano de comunicação eficaz e que traduzem a estratégia da empresa.

É assim, ser empreendedor é pensar profissionalmente e estrategicamente o negócio, isso é claro, para quem não quer virar mais um número na estatística.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 30/03/2010 01:26

    O Sebrae faz um trabalho mt legal. Aqui no RS é demais, pq é o campeão de atendimento às empresas e agora está fzendo parceiras para abrir um unidade em cidades menores. Para cada vez mais chegar mais perto da micro e pequena empresa e não do micro e pequeno empresário. O presidente da FIERGS que fala ‘não existe micro e pequeno empresário, todo empreendedor é grande e deve pensar grande, o que exite é micro e pequena empresa’.

    O que falta é informação e força de vontade. Os recursos estão aí, e as vezes até consultorias de graça é possível conseguir.

    MATEUS

    • Ricardo Campos permalink*
      31/03/2010 19:38

      Olá Mateus,

      Aqui em Minas o Sebrae também faz um intenso trabalho de assessoria e apoio a micro e pequena empresa. Mas nem todos os empresários estão dispostos a dedicar seu tempo ao aprendizado e a pensar estratégicamente o negócio. Assim muitos acabam “quebrando” e somente depois abrem os olhos para questões como planejamento, estratégia, etc. Mas aí os mesmos já tiveram prejuízos.

      Obrigado pela sua contribuição.

      Um abraço,

      Ricardo Campos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: