Skip to content

Do Broadcast para o Socialcast, uma visão do mundo 2.0

26/11/2008

  

Se em 1560, a prensa de Guttemberg  mudou o curso da História, fazendo com que a Igreja perdesse o poder da informação e fizesse o Papa criar a Congregação da Propagação da Fé – a base do sentido moderno da palavra Propaganda  e da escola de Propaganda do Vaticano –, o que a Internet está fazendo neste momento é algo similar: mudando, para sempre o curso da História.   “Não adianta fingir que nada está acontecendo ou que vamos ter a pretensão de controlar alguma coisa”, disse Marcelo Coutinho, diretor do Ibope Inteligência em sua palestra “Do Broadcast para o Socialcast, uma visão do mundo 2.0”, a primeira do evento Workshop PR 2.0 – Como as Assessorias de imprensa podem utilizar a Web 2.0 no dia-a-dia dos seus negócios para melhorar a exposição dos seus clientes no universo digital.

Mas, para Coutinho, que modestamente se diz “um curioso da Web 2.0 do que um conhecedor profundo do assunto”, tampouco é razão para entrar em pânico, porque as forças não se anulam, elas se complementam.  Há que se pensar no mundo analógico, mas também no mundo digital – como complementação um do outro na estratégia de comunicação.  Usando o desejo de 100 entre 100 novos clientes de Assessoria de Imprensa de dar uma entrevista para “páginas amarelas de Veja”, ele sugeriu: “Como é óbvio que não há como Veja dar a matéria toda , então crie um blog corporativo para que o conteúdo integral esteja à disposição da comunidade, e que ela possa interagir com a empresa. Pense em que ações para gerar amplitude e continuidade.”

Pra ele, qualquer pessoa que se entenda por consumidora potencial pode pegar o trabalho de publicitários, jornalistas ou relações públicas e, dependendo do conhecimento das ferramentas que tenha, edita todo o trabalho separadamente elaborado para clientes diferentes e junta o que quer para criar o que quer. “E isso, porque o Brasil é líder em criatividade e atualizações de páginas e de pessoas que conhecem e fazem “uploads” de vídeos”, disse.

 

Coutinho apresentou números que comprovam o aumento de internautas no Brasil , cenário que não se restringe a classes sociais, mas que já está mudando a forma como o noticiário está sendo feito e refeito, distribuído e impactado nas pessoas e em termos de audiência e investimentos publicitários – criando o chamado “efeito pinball”. Como exemplo real, ele mostrou como uma pessoa comum, que saiu com uma celebridade e filmou em seu celular criou isso. “Ela colocou no Youtube e a Rede Bandeirantes, apesar de toda a sua estrutura de produção de matérias foi lá, desceu o vídeo, colocou no ar, e depois, alguém gravou, jogou de novo no Youtube e isso gerou uma retroalimentação da mesma matéria.”

Combinar os meios de comunicação tradicionais e as novas plataformas baseadas na Internet deve estar na agenda de todo assessor.  “Não é falar – agora eu só vou trabalhar com uma coisa ou outra – mas é entender todas as mídias, suas dinâmicas e conviver de forma a tirar o melhor proveito de todas elas”, complementou. 

Para Coutinho a promoção do diálogo é fundamental para o mundo corporativo. E já está sendo feito por empresas como Nestlé e outras, cujos exemplos mostrou. “E vai piorar porque a mobilidade vem crescendo cada vez mais e mais rapidamente, já que nos Estados Unidos, por exemplo,  usuários de telefone celular que também fazem parte de comunidade social, já o estão fazendo em um número assustador:  44% via celular”.

 

POR VANY LAUBÉ – Jornal da comunicação Corporativa

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 30/05/2009 16:54

    Obrigada pela repercussão e crédito.

    • Ricardo Campos permalink*
      30/05/2009 23:07

      Olá Vany,

      O que é bom temos que repercutir.
      Um abraço,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: