Skip to content

Após eleições, 21 vereadores deixam de registrar presença na Câmara de BH

06/11/2008

 

Conforme noticiado pelo Jornal Estado de Minas, depois de mais de um mês de “férias”, os vereadores de Belo Horizonte deveriam retornar ao trabalho na segunda-feira, dia 03 de novembro. Mesmo com uma  pauta cheia – 10 vetos e 44 projetos de lei, o ritmo foi lento e não houve nenhuma votação por falta de quórum. Entre os faltosos, seis não foram reeleitos: Ana Paschoal (PT), Neila Batista (PT), Reinaldo Lima (PV), Sérgio Balbino (PRTB), Índio (PTN) e Valdivino (PSB). Todos os outros tomam posse novamente em 1º de janeiro para mais uma legislatura.

 

O surgimento da politica

O surgimento da política

 

As sessões plenárias na Câmara começam às 14h30 e, neste horário, 33 vereadores registraram presença. Mas na hora da recomposição do quórum, solicitada pelo vereador Ovídio Teixeira (PV), alguns já não estavam mais no salão ou preferiram não registrar presença, prejudicando a liberação da pauta, que está trancada pelos vetos, e a análise dos projetos de lei.

Entre os projetos a serem votados estão algumas prioridades do governo municipal com orçamento estimado em R$ 600 milhões. O Projeto de Lei 1.639/2008 autoriza financiamento com a Caixa Econômica Federal pelo Ministério das Cidades para obras de saneamento, no valor de R$ 150 milhões. Outra proposta deve entrar na pauta nos últimos dias e prevê R$ 450 milhões para a construção de moradias populares e reassentamento de famílias que vivem em área de risco. Os dois fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Outra análise importante diz respeito ao orçamento da cidade para 2009.

 

Assim a cidade volta ao seu ritmo normal e os nossos representantes, que são muitos, 41 no total, e que recebem um salário considerável, demonstram que falta chegar na classe política as exigências de competência, comprometimento e resultados, presentes nas empresas privadas e hoje também adotadas nas empresas e órgãos públicos, o que vem refletindo positivamente na vida do cidadão comum.

 

Fonte: Estado de Minas e Câmara Municipal de Belo Horizonte

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: