Skip to content

Parte dos consumidores não acredita no posicionamento “verde” das empresas

30/10/2008

 

Em recente matéria para o portal Mundo do Marketing, Thiago Terra abordou sobre a crença dos consumidores no posicionamento verde das empresas. A síntese da matéria era discorrer sobre até que ponto as empresas e os consumidores estão realmente engajados quando o assunto é meio ambiente o que eles fazem – de fato – em benefício da questão verde.

 

A matéria traz como base um estudo feito pela TNS InterScience que mostra que a América Latina é o continente que mais ajuda a questão ambiental do planeta. A pesquisa Our Green World mostra que 69% dos consumidores da parte sul do continente americano se esforçam para buscar informações sobre o tema. Europa, Estados Unidos e Ásia apresentam 37, 36 e 29% respectivamente.

 

A estudo apontou que , para o brasileiro, algumas empresas poderiam se envolver mais em ações de responsabilidade social, já que hoje existe a percepção de que elas usam o tema como uma estratégia de Marketing visando apenas vender mais bens e serviços ou melhorar sua imagem institucional.

 

A pesquisa acusou que 67% dos brasileiros acreditam que as empresas exploram a biodiversidade da Amazônia e, por isso, deveriam pagar taxas para o Governo.

 

 

Perfil dos consumidores

 

Sobre o perfil dos consumidores, a matéria destaca características relevantes destes consumidores, o estudo mostra a presença de diferentes nuances do “Verde”, ou variações de comportamento quando o assunto é o meio-ambiente.

 

Os mais engajados são os que acham que agir com responsabilidade sócio-ambiental é a coisa certa a fazer. Outro comportamento percebido é o que avalia o verde como uma opção de economia de bens e serviços, chegando a 23% do público brasileiro.

 

Apesar dos consumidores estarem mais conscientes, há ainda quem não tenha grandes preocupações com o superaquecimento do planeta ou com o derretimento dos blocos de gelo das extremidades da Terra e estes chegam ao assustador percentual de 26%. O grupo de pessoas que acha que a coisa certa a fazer é apoiar as causas contra a destruição do planeta é composto por cidadãos conscientes, mais maduros, bem informados. “Estes consumidores pedem até para tirar seus nomes de mailings para evitar a impressão de papel e realizam a reciclagem de produtos”, diz Lucas Pestalozzi, Diretor de Planejamento da TNS InterScience em entrevista ao Mundo do Marketing.

 

De acordo com a pesquisa, a informação é a melhor maneira de atingir as pessoas que acreditam que este comportamento é a saída para a poluição ambiental.

 

A pesquisa demonstrou que os consumidores têm uma percepção errônea das empresas que investem em projetos sócio-ambientais. Para muitos os investimentos não passam apenas de uma forma de aumentar suas vendas ou melhorar sua reputação. Os consumidores por sua vez, em sua maioria, não demonstram uma preocupação na escolha de produtos ecologicamente corretos. O cenário não é bom para ambos os lados. 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: